*** em construção ***



sexta-feira, 3 de setembro de 2010

NOITES DE CABÍRIA – 1957


Título Original: Le notti di Cabiria
Título em inglês: Nights of Cabiria
Direção: Federico Fellini
Produção: Dino De Laurentiis
Roteiro: Federico Fellini, Ennio Flaiano, Tullio Pinelli, Pier Paolo Pasolini
Gênero: Drama
Origem: Itália / França
Ano de lançamento: 1957
Música: Nino Rota
Fotografia: Aldo Tonti
http://www.imdb.com/title/tt0050783/ - 8.3/10


Sinopse:

Cabíria (interpretada pela atriz Giulietta Masina, esposa de Fellini), é uma prostituta que ganha a vida nas ruas de Roma em meados dos anos 50. Ingênua, ela sonha com o amor perfeito e acredita na bondade das pessoas, sofrendo por isso constantes desilusões.
Como em outras obras de Fellini, Le Notti di Cabiria possui um ar circense que é evidenciado ao longo do filme através de alguns elementos, como o show de ilusionismo, os músicos na rua e a trilha sonora que remete a temas circenses.


Elenco:

Giulietta Masina ... Maria 'Cabiria' Ceccarelli
François Périer ... Oscar D'Onofrio
Franca Marzi ... Wanda
Dorian Gray ... Jessy
Aldo Silvani ... Mágico
Ennio Girolami ... Amleto, 'il magnaccia'
Mario Passante ... Tio de Amleto
Amedeo Nazzari ... Alberto Lazzari


Premiações:

Oscar 1958 (EUA) - Venceu na categoria de melhor filme de língua estrangeira.

BAFTA 1959 (Reino Unido) - indicado nas categorias de melhor filme em língua não inglesa e de melhor atriz (Giulietta Masina)

Festival de Cannes 1957 (França) - Recebeu os prêmios de melhor atriz (Giulietta Masina) e OCIC Special Mention (Federico Fellini); indicado para a Palma de Ouro (Federico Fellini)

Cinema Writers Circle Awards 1959 (Espanha) – Recebeu o prêmio CEC de melhor filme estrangeiro.

David di Donatello Awards 1957 ( Itália) - Recebeu os prêmios de melhor diretor (Federico Fellini) e melhor produção (Dino De Laurentiis)

Italian National Syndicate of Film Journalists 1958 (Itália) – Recebeu os prêmios
Silver Ribbon de melhor atriz (Giulietta Masina), melhor director (Federico Fellini), melhor produtor (Dino De Laurentiis) e melhor atriz coadjuvante (Franca Marzi)

San Sebastián International Film Festival 1957 (Espanha) - Recebeu o prêmio Zulueta Prize de melhor atriz (Giulietta Masina)

Sant Jordi Awards 1959 ( Espanha) – Recebeu os prêmios de melhor atriz estrangeira ( Giulietta Masina), melhor director estrangeiro (Federico Fellini), melhor filme estrangeiro e melhor roteiro (Ennio Flaiano, Tullio Pinelli, Pier Paolo Pasolini)


Comentários:

O grande diferencial do filme é sua protagonista. Giuletta Masina consegue interpretar de forma magistral a contradição de uma criança em corpo de mulher que, devido ao acaso ou à miséria, virou uma prostituta; a relação desse paradoxo ambulante com o amor e as pessoas, além da sua inserção em uma sociedade torta e tumultuada.

Há uma cena em que Cabíria encontra um ator famoso. É lindo quando ela demonstra seu fascínio infantil ao se deslumbrar com o glamour do mundo dos artistas e sair gritando para todos que está com uma celebridade.

A cena em que ela vai a um show de ilusionismo se revela uma das mais belas da obra. Cabíria sobe ao palco e é hipnotizada. O ilusionista a faz acreditar que ela está em um belo parque na companhia de um homem. Cabíria fica muito feliz, e o ilusionista, vendo que mexeu com um lado muito sensível a faz acordar. A cena é brilhantemente construída; o tempo todo nos é mostrado apenas o local onde ocorre o espetáculo, no entanto, conseguimos ver e sentir o que Cabíria vê e sente.

A edição atual incorpora uma sequência vetada pela Igreja na época de seu lançamento, em 1957, que é bem mais inocente do que a profissão da protagonista supõe. Trata-se do encontro de Cabíria com um benemérito que sai pela cidade distribuindo alimentos aos mendigos. Para a Igreja, este tipo de caridade individual pressupõe a indiferença da instituição frente à miséria, uma passagem mais indecente que o ganha-pão da prostituta mais comovente do cinema.

Descrito por Fellini como a história de uma mulher que se apaixona pelo amor, Noites de Cabiria ganhou uma versão para a Broadway e também em um remake em Holywood, Sweet Charity, dirigido por Bob Fosse.


Noites de Cabiria é uma obra lindíssima sobre o sonho que todos nós temos de encontrar o amor e a felicidade. O filme pode parecer uma comédia, devido à simpatia e expressividade que Giulietta Masina deu à sua personagem, mas na verdade é um dos dramas mais profundos do cinema. Cabíria só queria amor... e conseguiu o de todos aqueles que assistiram essa obra-prima. Impossível não se apaixonar por essa personagem que é tão autêntica e inocente.

(Fontes: http://www.imdb.com, wikipedia.org, itwasredcinema, ZAZcinema, Filmow)

Onde encontrar: DON'T PANIC / CINE GRÁTIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário