*** em construção ***



sexta-feira, 10 de setembro de 2010

O AGENTE DA ESTAÇÃO – 2003


Título Original: The Station Agent
Direção: Thomas McCarthy
Roteiro: Thomas McCarthy
Gênero: Drama/Comédia
Origem: EUA
Ano de lançamento: 2003
Música: Stephen Trask
Fotografia: Oliver Bokelberg
Direção de arte: Len Clayton
Edição: Tom McArdle
http://www.imdb.com/title/tt0340377/ - 7.8 /10


Sinopse:

Nascido com nanismo, Finbar anseia por uma vida tranqüila e reservada para fugir da atenção demasiada que a sua pequena estatura provoca. Ele passa a maior parte do tempo cuidando de sua maior paixão: os trens. Após a morte do seu único amigo e colega de trabalho, recebe de herança uma estação de trem abandonada no campo, e se muda na esperança de encontrar a paz que tanto deseja. O que ele não esperava era ter como vizinhos uma artista que está passando por uma terrível tragédia pessoal e um vendedor cubano de cachorro-quente excessivamente amigável


Elenco:

Peter Dinklage - Finbar McBride
Patricia Clarkson - Olivia Harris
Bobby Cannavale - Joe Oramas
Raven Goodwin - Cleo
Paul Benjamin - Henry Styles
Michelle Williams - Emily
Ileen Getz - Sra. Kahn
Joe Lo Truglio - Danny


Premiações:

Recebeu o BAFTA Award por melhor roteiro original (Thomas McCarthy)

Recebeu o Boston Society of Film Critics Award por melhor atriz coadjuvante (Patricia Clarkson)

Recebeu o Chlotrudis Award por melhor elenco, melhor ator coadjuvante (Bobby Cannavale) e melhor atriz coadjuvante (Patricia Clarkson); indicado para melhor ator (Peter Dinklage), melhor filme e melhor roteiro original

Recebeu o Florida Film Critics Circle Award por melhor atriz coadjuvante (Patricia Clarkson)

Recebeu o Independent Spirit Award por melhor roteiro e o prêmio John Cassavetes; indicado para o Independent Spirit Award por melhor ator (Peter Dinklage)

Recebeu o Kansas City Film Critics Circle Award por melhor atriz coadjuvante (Patricia Clarkson)

Recebeu o Las Vegas Film Critics Society Award por melhor roteiro

Recebeu o National Board of Review Award por melhor atriz coadjuvante (Patricia Clarkson)

Recebeu o National Society of Film Critics Award por melhor atriz coadjuvante (Patricia Clarkson)

Recebeu o Sundance Film Festival Prêmio Drama da Audiência melhor filme, o Prêmio do Juri especial para Patricia Clarkson e o Sundance Film Festival Waldo Salt Screenwriting Award

Indicado para o Writers Guild of America Award por melhor roteiro original

Recebeu o Marrakech International Film Festival Prêmio do Júri especial (Thomas McCarthy)

Recebeu o Mexico City International Contemporary Film Festival Prêmio da Audiência (Thomas McCarthy)

Recebeu o Ourense Independent Film Festival Prêmio de melhor ator (Peter Dinklage) e o Grand Prize (Thomas McCarthy)

Recebeu o San Sebastián International Film Festival SIGNIS Award - Special Mention (Thomas McCarthy) e o Special Prize of the Jury (Thomas McCarthy); indicado para o Golden Seashell (Thomas McCarthy)

Recebeu o Stockholm Film Festival Prêmio da Audiência (Thomas McCarthy)
Indicado para o Chicago Film Critics Association Award por ator mais promissor (Peter Dinklage)

Indicado para o Satellite Award por melhor roteiro original

Indicado para o Screen Actors Guild Award for Outstanding Performance pelo conjunto do elenco, por principal personagem masculino (Peter Dinklage) e por personagem feminino (Patricia Clarkson)


Um anão herda uma estação de trem em Nova Jersey e faz amizade com uma artista e um vendedor de cachorro-quente. Você vai sair correndo de casa para ver esse filme? Provavelmente não, mas é essa toda a magia dos trabalhos que jamais caberiam em formatos comerciais, pedras preciosas que só podem ser garimpadas em festivais de cinema, É acima de tudo mais uma prova de que não é preciso um grande orçamento para se fazer um excelente filme.

O Agente da Estação transcende qualquer sinopse. A história gira em torno do baixinho Finbar McBride (Peter Dinklage). Ele é alguém que resguarda sua privacidade a todo custo mas que, por conta de seu tamanho, constantemente se vê atraindo atenções indesejadas. Diariamente Fin suporta as observações e piadas cruéis de estranhos, que o levaram a isolar-se por trás de uma espécie de muralha de proteção, mantendo-se a salvo do mundo externo.
A austera sinceridade que Dinklage empresta ao seu personagem é a base fundamental do filme. O seu Finbar prende-nos desde o primeiro momento em que o vemos na tela, com os seus modos elegantes e a gigantesca humanidade que transmitem os seus olhos. Finbar assume bem a sua solidão; fala o suficiente e move-se com serenidade, com gestos precisos e medidos.

O Agente da Estação é o primeiro filme de Thomas McCarthy, que tem trabalhado sobretudo no teatro (como ator, diretor e dramaturgo). Numa época em que se torna difícil saber onde termina um filme e onde começa o correspondente video-game, é muito gratificante encontrar pequenas maravilhas como esta, que nos comove manejando os melhores recursos de que sempre se valeu a arte de narrar: ter uma boa história e expressá-la por meio de boas personagens como Finbar, Joe e Olivia. Este estranho trio poderia ser o ponto de partida para um melodrama desatado e com um final trágico, mas não é o que acontece aqui. Thomas McCarthy opta pelo traço amável, levando-nos pela mão com suavidade, sem excesso, até sairmos do cinema mais felizes do que entramos, com um sorriso agradecido das satisfações sutis. Enquanto assistimos ao filme, tudo o que nos interessa são os três amigos improváveis cuja amizade é ao mesmo tempo comovente e inspiradora. A flexibilidade e sutileza com que o diretor desenrola a história são tão grandes que somente ao terminar compreendemos sua lição de sabedoria.


Onde encontrar: DON'T PANIC / CINE GRÁTIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário